Eye of Cleopatra

Mercedes-AMG ONE

Modelo de rua que adota sistema híbrido da F1, o AMG One apresentado como conceito em 2017 finalmente chegará ao mercado… e já está esgotado

 

A proposta ousada de levar o conjunto de um carro de Fórmula 1 para um veículo de rua se mostrou um grande desafio para a Mercedes, que acabou atrasando bastante a apresentação do Mercedes-AMG One. Mas agora ele foi finalmente revelado. A estreia do conceito aconteceu em 2017, no Salão de Frankfurt, e inicialmente a versão de produção deveria ganhar as ruas em 2019. Se você sonhou com um: todas as unidades estão reservadas e há três brasileiros entre os felizes compradores.

Mercedes-AMG ONE

A apresentação mundial do AMG One foi realizada ontem (1) e marca as comemorações de 55 anos da divisão esportiva. O modelo de dois lugares adota o eficiente sistema híbrido usado na F1, entregando potência total de 1.063 cv e velocidade máxima de 352 km/h.

Ele emprega um motor 1.6 V6 biturbo a combustão de 574 cv, aliado aos quatro motores elétricos. Dois motores estão no eixo dianteiro para mover as rodas frontais, rendendo juntos 326 cv, enquanto há um motor elétrico instalado diretamente no motor à combustão que adiciona mais 163 cv e outro integrado ao turbocompressor que contribui com mais 122 cv.

A fabricante não informou os dados de torque, mas divulgou que o limite de rotação do motor é de 11.000 rpm. “No entanto, para maior durabilidade e uso de gasolina comercial, ele fica deliberadamente abaixo do limite de rotações da F1″, diz o comunicado à imprensa. O motor fica posicionado no centro do veículo, à frente do eixo traseiro, e conta com turbo de última geração. O câmbio é novo, sendo uma transmissão manual de sete marchas com embreagens de carbono.

Mercedes-AMG ONE

O hipercarro adota ainda outras tecnologias das pistas, como monocoque de fibra de carbono e corpo do mesmo material, suspensão push-rod, sistema de aerodinâmica ativa, freios de carbono-cerâmica e tração integral totalmente variável AMG Performance 4MATIC+.

Com seis modos de condução à disposição do condutor, o AMG One pode rodar no modo puramente elétrico por até 180 km. Segundo a fabricante, ele pesa 1.695 kg e oferece aceleração de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos, chegando a 200 km/h em sete segundos.

Visualmente, ele manteve praticamente o mesmo design do conceito de 2017, incluindo a entrada de ar no teto, as portas que se abrem para cima, a grade frontal e o grande aerofólio traseiro. As rodas são de 19 polegadas na dianteira e de 20 polegadas na traseira, calçando pneus 285/35 ZR 19 (desenvolvidos especialmente para o modelo) e 335/30 ZR 20, respectivamente, sempre da linha Michelin Pilot Sport Cup. Aliás, as rodas ganharam capas aerodinâmicas feitas de fibra de carbono, que não existam no protótipo.

Mercedes-AMG ONE

O sistema aerodinâmico ativo possui três modos: Highway”, “Track” e “Race DRS”. Eles alternam as configurações da grade frontal, dos difusores de ar, da asa traseira retrátil e até a altura da suspensão. O modo Track, por exemplo, rebaixa o veículo 37 mm na frente e 30 mm atrás, enquanto o Race DRS reduz a força de arrasto em 20%.

Mercedes-AMG ONE

O interior adota um estilo monoposto bem minimalista, com dois bancos individuais que podem ser reclinados em dois ângulos diferentes, volante de F1 com botões integrados e eletricamente ajustável e pedais e descanso de pé para o motorista também ajustáveis.

Mercedes-AMG ONE

Mercedes-AMG ONE

Há duas entradas USB e duas telas de 10″ que atuam como quadro de instrumentos e no sistema de entretenimento. E como não há vidro traseiro, o motorista conta com o suporte de imagens captadas por câmeras e exibidas no retrovisor interno.

Serão produzidas somente 275 unidades do Mercedes-AMG One, vendidas ao preço de US$ 2,75 milhões. E todas estão reservadas. A expectativa é que as entregas aos clientes comecem ainda neste ano. Aliás, há três clientes brasileiros entre as reservas.

Mercedes-AMG ONE

 

Fotos: Divulgação/Mercedes-Benz

Share This
Eye of Cleopatra Mapa do site