Eye of Cleopatra

Hyundai Creta N Line

Primeiro modelo da linhagem N Line no Brasil, o Creta recebe visual exclusivo e traz motor 1.0 turbo; pré-venda terá 200 unidades

 

Depois de alguns teasers, a Hyundai apresentou hoje (8) o seu primeiro modelo N Line a ser comercializado no Brasil: o Creta N Line, baseado na segunda geração do SUV. A novidade se posiciona como a opção todo de linha da gama Creta 1.0, cobrando R$ 159.490. Ou seja, ficará abaixo da Ultimate 2.0 – os preços atuais variam entre R$ 116.490 e R$ 161.690.

Hyundai Creta N Line

O modelo estará disponível nas concessionárias da marca a partir de 24 de junho, sendo oferecido a partir de agora em pré-venda com 200 unidades. Quem adquirir o Creta N Line na pré-venda ganhará R$ 1.000 em combustível Shell, através do aplicativo Shell Box; um ano grátis de uso do Sem Parar, com um bônus de R$ 100 para a primeira fatura; e 10% de desconto no seguro através do Santander Auto.

Visualmente ele recebeu um toque mais esportivo, incluindo nova grade em preto brilhante com elementos tridimensionais e logos escurecidos, faróis e lanternas traseiras de LED também com interior escurecido, rodas diamantadas de 17″, retrovisores e barras de teto em preto brilhante, detalhes por toda a carroceria em cinza, saias laterais e dupla saída de escape.

As opções de cores são: Preto Onix, Azul Sapphire, Branco Atlas (com teto preto), Prata Brisk (com teto preto) e Cinza Silk (com teto preto), ou seja, com variação de pintura em dois tons.

Hyundai Creta N Line

Já no interior as diferenças estão na nova manopla de câmbio e nas costuras em vermelho, como esperado de um modelo esportivo, além de detalhes em vermelho na alavanca de câmbio e no volante, por exemplo.

Hyundai Creta N Line

A lista de equipamentos inclui teto solar, quadro de instrumentos digital de 7″, alerta de ponto cego, multimídia de 10,25″, freio de estacionamento eletrônico com auto hold, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, modos de direção, câmera 360 graus, farol alto adaptativo, controle de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, seis airbags, monitoramento de pressão dos pneus, ar-condicionado automático digital, banco do motorista com ventilação, carregador sem fio para smartphones, direção elétrica progressiva, controle de velocidade de cruzeiro com limitador de velocidade, acendimento automático dos faróis, partida por botão, entre outros.

Da configuração mais cara Ultimate, o Creta N Line empresta o pacote Smart Sense de assistentes de condução, com frenagem autônoma, assistente de permanência e centralização em faixa, farol alto adaptativo e detector de fadiga.

Hyundai Creta N Line

Conjunto mecânico

As alterações não são apenas estéticas. O Creta recebeu também leves mudanças na suspensão e na direção elétrica, com ajuste mais firme nas molas e amortecedores. Nada muito ousado, mas o objetivo é oferecer uma dirigibilidade diferente das versões convencionais, especialmente porque o motor é o mesmo.

Hyundai Creta N Line

Sob o capô, aliás, está o motor 1.0 turbo TGDI de três cilindros e 12V flex que entrega 120 cv de potência a 6.000 rpm e 17,5 kgfm de torque a 1.500 rpm com etanol ou gasolina. O câmbio é automático de seis marchas. Muitos esperavam a adoção do motor mais potente 2.0, mas provavelmente o custo-benefício tenha sido o motivo para a escolha do 1.0 turbo.

A linha N Line foi criada em 2015, desenvolvida na Coreia do Sul, com participação da equipe na Alemanha para entregar performance e dirigibilidade aprimorados. Seu nome vem presta homenagem a Namyang, cidade na Coreia do Sul onde se localiza o centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Hyundai, e a Nürburgring, famoso circuito de corridas europeu onde são testados os veículos N. Os primeiros veículos da divisão esportiva chegaram ao mercado em 2019.

 

Fotos: Divulgação/Hyundai

Share This
Eye of Cleopatra Mapa do site