Eye of Cleopatra

Honda Civic

Imagens confirmam que sedã terá elementos de Accord e Fit; produção nacional pode ocorrer em 2022

 

Ainda não revelada em versão final de produção, a nova geração do Honda Civic já começa a ter os desenhos de peças registrados no Brasil. É o que mostram imagens de registro de desenho industrial divulgadas pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) nesta terça-feira (2).

Os desenhos catalogados no órgão incluem os faróis principais, parte das lanternas, para-choque traseiro, volante e estrutura do painel do novo Honda Civic, que repetem basicamente as formas vistas no protótipo da 11ª geração do sedã, apresentado em novembro último. A expectativa é que a marca registre os desenhos da carroceria e demais componentes ao longo das próximas semanas e meses, como já ocorreu na Austrália.

Peças Honda Civic registro INPI

O interior, revelado apenas parcialmente por um sketch e agora confirmado pelos registros no INPI, mostra que a nova geração do Civic terá saídas de ventilação em forma de uma régua horizontal que percorre todo o painel. No alto da peça, a nova central multimídia terá destaque com tela estilo “flutuante”, como na linha 2022 do rival Corolla.

No estilo externo, o conceito da 11ª geração do Civic mostra que o sedã crescerá em porte e se aproximará do Accord no visual. O para-choque dianteiro remete ao novo Fit europeu/japonês, assim como a grade pronunciada e na mesma cor da carroceria (em substituição ao arranjo cromado). O capô também possui recorte mais plano, como na nova geração do City e no Accord.

A traseira guarda poucas semelhanças com o atual Civic. As lanternas passam a ter disposição horizontal, enquanto a tampa do porta-malas ficou mais alta e horizontal e o vidro traseiro, menor. Isso devolve ao Civic o aspecto clássico de sedã, em substituição ao estilo fastback da geração atual.

Quando o novo Civic chega ao Brasil?

As imagens de desenho industrial registradas pela Honda no INPInão indicam necessariamente se (ou quando) o modelo entrará em produção ou será vendido Brasil. Porém, é padrão que modelos nacionais da marca acompanhem as mudanças daqueles vendidos no exterior com defasagem curta, de cerca de 1 ano e meio (período que pode ser estendido por conta da pandemia).

Os rumores de que a marca poderia “abandonar” a linha Civic no Brasil não parecem críveis, já que o sedã vendeu, em 2020, 20.477 unidades, mais do que a soma do volume de Fit (12.833) e City (7.280).

Previsto para estrear em meados deste ano nos Estados Unidos, o novo Civic deverá chegar às concessionárias do Brasil até o fim de 2022, como linha 2023. A produção deverá ser em Itirapina (SP), que concentrará toda a produção nacional de automóveis Honda até o fim deste ano.

Fotos: Divulgação

Share This
Eye of Cleopatra Mapa do site